Páginas

Vips´

6 de jul de 2015

Desembargadores podem estar envolvidos em ‘esquemão’ no caso de Anajatuba


 

Desembargador Raimundo Magalhães Melo, que durante 14 meses acompanhou o caso, misteriosamente julgar-se suspeito para deferir ou não os pleitos. Já o des. Antônio Bayma, o mesmo que teria ido pedir ao colega cautela quanto ao decreto prisional, acabou sendo o relator sorteado.
Informações de Itamargarethe Corrêa Lima, especial do jornal EXTRA, com edição do Blog.
awesq
Des. Raimundo Magalhães Melo, não costuma atender pedidos de quem quer que seja, com exceção do colega Antônio Bayma de Araújo. Juntamente com João Santana de Sousa, os dois integram a Primeira Câmara Criminal.
Por conta das provas que evidenciam, literalmente, o roubo do dinheiro público, o Grupo de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estadual – GAECO não tem dúvida da existência de uma organização criminosa, que por meio de empresas fantasmas desviaram mais de R$ 13 milhões de reais dos cofres no município de Anajatuba.
Nos últimos dias, lobistas e renomados advogados cruzam os corredores do Tribunal de Justiça tentando evitar a prisão de figurões (foto abaixo) que foram denunciados e tiveram pedidos de prisão preventiva requeridos pelo procurador de Justiça – Francisco das Chagas Barros de Sousa.
Um montante com farta documentação que provam a fraude com os recursos público em Anajatuba seguiu para o gabinete do desembargador Raimundo Nonato Magalhães Melo e, posteriormente, para a Procuradoria de Justiça. Passado alguns dias, além de oferecer denúncia contra 15 envolvidos por crime de corrupção passiva, organização criminosa, fraude em processo licitatório, lavagem de dinheiro, entre outros delitos, o procurador Francisco Barros pediu, ainda, a decretação de prisão dos denunciados.
Desde então, nos bastidores do Tribunal de Justiça – TJ-MA, algumas situações estão saltando aos olhos daqueles que acompanham o desenrolar dos acontecimentos, dentre elas, o fato do próprio desembargador Raimundo Magalhães Melo, que durante 14 meses acompanhou de perto todo o trabalho realizado pelos promotores de justiça, misteriosamente julgar-se suspeito para deferir ou não os pleitos requeridos pela Procuradoria de Justiça, fato, inclusive, capaz de prejudicar todo o trabalho investigatório.
– Será o que mudou?
– Durante todo o espetáculo, através do deferimento das cautelares, o desembargador foi peça decisiva para que o Ministério Público obtivesse as provas carreadas, e porque será que justamente no apagar das luzes, o Douto Magistrado se julgou suspeito?
– É inquietante, você não acha?
Mas de fato, a decisão do desembargador é no mínimo preocupante, pois a todo custo, a defesa dos denunciados tentam levar ao descrédito a investigação feita. Assim sendo, só nos restar torcer para que a suspeição tenha como base o presente e não o pretérito.
Movimentações suspeitas e vazamento de informações 
Oficialmente, no gabinete do magistrado ninguém confirma, mas de forma extraoficial, embora o envelope tenha sido entregue lacrado, uma parente do desembargador teria repassado a informação dos requerimentos feito pelo procurador, no caso, o afastamento do prefeito, a denúncia e os mandados de prisão contra os envolvidos, para um dos irmãos do prefeito denunciado.
Desde então, o entra e sai de autoridades vinha sendo intenso no gabinete do magistrado. Na primeiras horas da manhã da última terça feira(23), acompanhado de um renomado advogado, o desembargador teria sido surpreendido com a vista do próprio prefeito Helder Aragão.
carlos-braide
Ex-deputado Carlos Braide, empresário Fernando Júnior, dono da Escutec e o Prefeito Helder Lopes Aragão(PMDB) são acusados de serem os “cabeças” do esquema.
Na oportunidade, uma ligação teria sido feita pelo prefeito a um senador da República, e o aparelho celular repassado para que o mesmo falasse com o magistrado. Do outro lado da linha,  o senador teria intercedido em favor do correligionário.
Quem conhece o desembargador Raimundo Magalhães Melo sabe que ele não costuma negar um  pedido colega Antônio Bayma de Araújo. E logo após a conversa com o prefeito, mesmo estando de férias, justamente o desembargador Bayma de Araújo teria ido visitar o colega. Embora o encontro tenha sido a porta fechada, o desembargador Raimundo Magalhães teria confidenciado a assessores que na visita, o colega pediu que ele analisasse com cautela os pedidos de prisão. Pela relação de amizade, e diante dos muitos pedidos, não deu outra, o desembargador que concedeu  as medidas cautelares e atuou em toda a investigação, julgou-se suspeito.
Assim sendo, conforme preceitua o regimento interno do TJMA, os 61 volumes voltaram para a distribuição, e numa daquelas muitas coincidências da vida, mesmo com outros 27 desembargadores na Corte Maranhense, mediante sorteio, pasmem, o desembargador Antônio Bayma, o mesmo que teria ido pedir ao colega cautela quanto ao decreto prisional, acabou sendo o relator sorteado.
Nos corredores do TJ a bolsa de aposta já alcança patamares inimagináveis, esperando do desembargador oriundo do Ministério Público, instituição que serviu por mais de duas décadas.
No TJ, assessores evidenciam que as manobras, se é que assim podemos chamar, teriam como escopo evitar a prisão do ex-presidente da Assembleia, o ex-deputado Carlos Braide e, ainda, Fernando Júnior, empresário com estreita ligação com o clã Sarney.

Ex-deputado Carlos Braide é membro do ‘bando’ que desviou R$ 13 milhões em Anajatuba

Do blog Domingos Costa


Braide creditou mais de um milhão de reais nas contas de Fernando Júnior e da F C B Produções e Eventos e recebeu mais de R$ 400 mil da conta da empresa.
carlos-braide
Não resta dúvida da participação do senhor Antônio Carlos Braide na fraude.
O blog já tinha publicado que o empresário Fernando Júnior, dono da Escutec, está evolvido até o pescoço com a organização criminosa que roubou milhões do município Anajatuba. Lembre AQUI e AQUI.
O que poucos não sabiam era que o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado – Antônio Carlos Braide, e pai do deputado estadual Eduardo Braide(PMN), é assim como o Prefeito Helder Lopes Aragão(PMDB), outro que integra o bando.
Quinze pessoas podem ser presas a qualquer momento. Nos últimos dias, lobistas e renomados advogados cruzam os corredores do Tribunal de Justiça tentando evitar a prisão desses e outros figurões que foram denunciados e tiveram pedidos de prisão preventiva requeridos pelo procurador de Justiça – Francisco das Chagas Barros de Sousa. Todos são suspeitos de integrar uma organização criminosa, que através das empresas fantasmas desviaram exatos R$ 13. 964. 048, 02 milhões de reais dos cofres no município.
A denúncia do procurador foi incluída no relatório do Grupo de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estadual – GAECO. A conclusão para apontar os “cabeças da organização criminosa”, foram realizadas após análise dos dados bancários e dos documentos apreendidos na ação de busca e apreensão, por conta do volume considerável de dinheiro injetado pelo ex-deputado Braide em uma das empresas envolvidas na fraude chegou-se à conclusão que o político, sócio dos dois empresários, também era um dos “homem forte” no esquema criminoso.
Deputado-Eduardo-Braide-ao-lado-do-prefeito-Helder-Aragão-em-Anajatuba (1)
Apoiado pelo Prefeito, o filho de Carlos Braide – Eduardo – foi o deputado mais votado em Anajatuba, com 3.159 votos, na eleição de 2014.
Braide já foi ouvido pela polícia, e de acordo com o relatório, embora em depoimento tenha negado ligação com o prefeito ou qualquer um dos outros denunciados, nas interceptações telefônicas e quebra de sigilo bancário, o GAECO constatou que, em determinado período, o ex-deputado creditou mais de um milhão de reais nas contas de Fernando Júnior e da F C B Produções e Eventos e recebeu mais de R$ 400 mil da conta da F C B Produções e Eventos. De forma que não resta dúvida da participação de Antônio Carlos Braide na fraude.
Embora não confirme, o MPMA tem fortes indícios de que o mesmo grupo atue em outras dezenas de prefeituras, e que além desses envolvidos, haja a participação de outros políticos maranhenses com representativa na capital federal, e cujas provas serão encaminhadas aos órgãos competentes para adoção das medidas cabíveis.

Quase que 100% da Mesa #Diretora da Câmara de #Presidente Médici é rejeitado pelos Internautas! confira a enquete.

domingo, 5 de julho de 2015

Do blog pres. médici not. do dia a dia

Clique na Imagem para Ampliar
Aqui está o resultado da enquete: Quem dos atuais vereadores de Presidente Médici não será reeleito em 2016?
 Segundo a resposta dos internautas não será apenas um, e sim 03. Sendo todos 03 dos 04 vereadores que compões a mesa diretora, os mesmo segundo os internautas não serão reeleitos e obtiveram 65% dos votos. São eles: Eliane  1ª secretária que liderou a pesquisa desde o inicio e obteve 23% dos votos favoráveis a não reeleição. O Presidente da casa vereador Sandro o segundo colocado com 22% dos votos favoráveis a não reeleição e em terceiro lugar a 2º Secretária vereadora Aline com 21% dos votos favoráveis a não reeleição. Ficou claro nesta enquete que os vereadores que na Câmara fazem parte da tropa de choque da Prefeita Élia, são os mais rejeitados pelos internautas eleitores de Presidente Médici. Ou seja, assim como a Prefeita é rejeitada pela grande maioria dos habitantes do município, os que a defendem também são rejeitados. E a tendência se não mudarem a estratégia é só piorar. 
Na quarta colocação estão os vereadores Raniere, Cláudio e Coimbra, ambos com 7% cada. Na quinta colocação estão João Frasão e Deusinha, com 3% cada. E na sexta e última colocação está a vereadora Suzete com apenas 2% de rejeição. Ou seja, A vereadora Suzete obtém 98% de aprovação para uma possível reeleição. Enquanto isso a vereadora Eliane tem a maior porcentagem de rejeição 77% dos internautas diz não a vereadora. seguida pelo Presidente que obteve 78% de rejeição e a Vereadora Aline que consegui 79% de rejeição. 

23 de jun de 2015

Prefeito e vice de Maranhãozinho, aliados do #deputado Josimar, são cassados Pela Justiça Eleitoral por Compra de #Votos

segunda-feira, 22 de junho de 2015




        Prefeito e vice-prefeito foram cassados mas permanecerão no cargo até o julgamento do mérito do processo no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA).
Como diz o amigo Luis Cardoso, agora lascou mesmo, o Prefeito do Município de  Maranhaozinho  José auricélio de Moraes Leandro(PR), e o seu vice, Raimundo Tarcísio de Lima (PR), ambos aliados do Deputado Josimar, conhecido como Moral da BR, e o mais rejeitado pelos moradores de Zé Doca, tiveram os mandatos  cassados pela Justiça Eleitoral, na últioma quinta-feira (18),por compra de voto na eleição de 2012
Na decisão, apesar de acompanhar os termos do parecer do Ministério Público, a juíza Cynara Elisa Gama Freire, da 101ª Zona Eleitoral da comarca do município de Nunes Freire, decidiu permanecê-los nos seus respectivos cargos até o julgamento do mérito do processo no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA).
“Posto isso, e nos termos do parecer do Ministério Público Eleitoral, e com amparo no artigo 41 – A Lei 9.504/97, julgo procedentes os pedidos iniciais para cassar atual prefeito e vice, porém com o fito de evitar que eventuais inseguranças jurídicas se instaurem imediatamente, mantenho-os nos respectivos cargos até o trânsito em julgado da presente decisão”, decidiu.
A Ação de Impugnação de mandato eletivo que resultou na cassação, foi interposta pelo segundo colocado daquela eleição, Jackson Roberto dos Santos Pinheiro(PRB). Que
acusou seus adversários de utilizarem do poder político e econômico, à época, assim como loja de materiais de construções para distribuírem benefícios aos eleitores que seriam trocados por votos, além de valerem-se de veículos locados ou de propriedade da Prefeitura para fazer as entregas de tais materiais, atitudes que revelam, segundo seus advogados, a prática conduta vedada pela legislação pertinente.
No bojo da decisão da Magistrada, ela ainda condena o prefeito e vice no pagamento de multa de 50 mil, cada um, e declara inelegíveis os requeridos pelo prazo de oito anos, condenados pela data das eleições.










21 de jun de 2015

Presidente Médici-MA, e seu arraiá com bandas de forró super TOP!!!!

Você conhece as bandas que estarão no #Arraiá Sacode São João em Pres. Médici? Não? Nem eu!
A prefeitura de Presidente Médici está organizando o Arraiá Sacode São João na Praça Santa Teresinha, que terá 07 dias de vida! Do dia 23 a 30 de Junho. Na abertura além de algumas quadrilhas "que aqui não falta", a atração musical será a banda de forró Manos do Nordeste, e para finalizar no dia 30 a banda Minhas Divas do Forró. Ou seja, enquanto as cidades vizinhas  têm todo o mês de Junho  Seus Arraiá funcionando com várias atrações e bandas conhecidas e reconhecidas, em todo Brasil. Presidente Médici tem esta simples programação. Chega ser frustante para os brincantes e amantes das festas juninas, mas bem melhor que o carnaval, que não teve nada por parte da prefeitura este ano.

Do blog Pres. Méd. not. do dia a dia